14 maio 2009

Não há concertação de preços. Há é grandes coincidências...

De 50 postos espalhados por todas as auto-estradas, 44 (das marcas Galp, Cepsa, Repsol, BP e Esso) vendiam o gasóleo a 0,979 euros. Noutros quatro a 0,978 euros. Quanto à gasolina sem chumbo 95, em 23 de outras 50 bombas cobrava-se 1,219 euros por cada litro. Noutras 21 pedia-se 1,215 euros.
Como há pouco tempo, o presidente da Autoridade da Concorrência veio afirmar, após um exaustivo estudo que demorou meses e lhe deve ter dado imenso trabalho, que não há indícios de concertação de preços, resta-nos concluir que, contrariamente ao que alguns pensam, há coincidências. E muitas...

3 comentários:

astracan disse...

Esta coisa de darem os preços com 3 casas décimais é um absurdo. Primeiro porque temos centimos(100) e não mílimos(1000), segundo porque 1,247 euro ou 1, 249 é perfeitamente a mesma merda. É uma brincadeira de números. Agora baixa-se de 1,234 para 1,231...
o que é isto?

PAULO LONTRO disse...

O que é isto?
São os senhores das gasolineiras a tentarem meter-nos os dedo no cú...

Tiago Serpa disse...
Este comentário foi removido pelo autor.