02 abril 2009

A Lei está ser cumprida...

Desde 2006, a lei é clara : os veículos de transportes de mercadorias novos devem estar equipados com tacógrafos digitais. Um tacógrafo regista, em cada momento, a velocidade do veículo, as paragens, as horas de viagem, enfim, permite verificar se os condutores estão a cumprir os limites de velocidade, as horas de descanso obrigatórias e outros parâmetros que as autoridades gostam (e com razão...) de fiscalizar. Acontece que a GNR não possui equipamento de leitura digital pelo que, desde há três anos, a obrigatoriedade da instalação de tacógrafos digitais resulta numa forma de evitar ser fiscalizado.
Tudo isto supervisionado pelo Instituto da Mobilidade e dos Transportes (sim, não se riam, existe um Instituto só para estas merdas!...) É o choque tecnológico no seu melhor, o simplex em versão surrealista e o enjôo de estar a pagar a tecnocratas incompetentes que se vão refugiar no velho " o problema vai ser resolvido assim que houver verba..."

2 comentários:

PAULO LONTRO disse...

Opá, estas tuas novidades conseguem mesmo foder-me o dia!

Dulcineia (Lília) disse...

Caro Al kantara,

Nao sabia disso.
Faz lembrar o cartão unico que tive que tirar o ano passado, dado a caducidade do BI. A maior parte dos locais não tem leitores do chip. E , na altura, quando perguntei se não iria ter problemas, a Srª disse-me que as 1ªs pessoas que foram obrigadas a tirá-lo, algumas, no check in, aflitas ligavam porque no aeroporto não tinham leitura para o cartão...
abraço