23 setembro 2007

Quanto mais aumentas, menos recebes...


Entre Janeiro e Agosto de 2007, a receita fiscal relativa ao Imposto sobre o Tabaco caiu 75 milhões de euros em relação ao ano anterior. A queda (comprovada) no consumo e o (alegado) aumento do contrabando ajudam a explicar esta quebra de receita. Para além da alteração de padrões de consumo, como a migração para o consumo do tabaco de enrolar em detrimento dos cigarros tradicionais.

Por mim, que deixei de fumar há mais de 5 anos, podem continuar à vontade esta política de aumento do preço do tabaco por via dos impostos mas espero que já tenham percebido que a receita continuará a diminuir.

2 comentários:

expressodalinha disse...

Para quando o impsto sobre drogas leves e pesadas?

Al Kantara disse...

Estes rapazinhos acham que ter poder é taxar à vontade do freguês. Esquecem-se que taxas e impostos já desencadearam guerras, independências, revoluções, enfim, tudo aquilo que não faz falta à tranquilidade deste cantinho tão sossegadamente governado pelo senhor engenheiro. Um dia acordam e já não têm nada para taxar...