22 janeiro 2008

Retrato do Artista quando Cota - Scott McKenzie


Fez no passado dia 10 de Janeiro 69 anos (curioso número, nas imortais palavras sábias do Dr. Mota Amaral...) que nasceu aquele que interpretou um tema que se tornou o hino da geração hippie : Scott McKenzie, o qual, após o êxito avassalador de San Francisco (Be sure to wear flowers in your hair), ainda tentou repetir a graça sem o conseguir, pelo que parou de gravar no início dos anos 70. Em 1986 retomou a música com uma formação renascida dos The Mamas and the Papas, actividade que abandonou dois anos depois.
Tem hoje este ar anafado e satisfeito, instalado na sua casa de Los Angeles, seguro de ter dado um contributo decisivo para a explosão mediática do movimento hippie durante o Verão do Amor que assolou o Mundo em 1967, portanto, em plena guerra do Vietname...

6 comentários:

António P. disse...

Bom dia Al-Kantara,
Aqui está o caso de um cota que quando era novo fez uma canção ( e só uma ) que lhe encheu o bolso de dinheiro. As vantagens do monoproduto. Ainda bem que não criou mais nada depois disso. Quanto às flores nos cabelos...agora está quase tudo careca !
Um abraço

Al Kantara disse...

Pois é, amigo António, há gente a quem o euromilhões só sai uma vez !... :)

expressodalinha disse...

Estava no sítio certo, no local certo. E isso é um mérito.
Hoje só me apetece dizer coisas politicamente correctas...

ortega disse...

É a vantagem de viver num país de lingua inglesa (ainda por cima os "states". Dás um peido aos 20 anos e vives a vida toda à custa do cheiro.(Terei sido politicamente incorrecto?)

bijagós disse...

Não consigo dizê-lo, maslá porquito foste com certeza! Pfff! Que cheiro!

expressodalinha disse...

É o chamado peido-mestre!