18 novembro 2008

O supervisionado elogia o supervisor...

"Não vejo nenhuma razão para dizer que a supervisão foi lenta", disse João Salgueiro, presidente da Associação Portuguesa de Bancos. "Ou nós não somos muito inteligentes ou não percebo o que se passa", respondeu quando questionado sobre se concordava com a demissão de Vitor Constâncio.
Oh senhor doutor, tem vossa excelência toda a razão. A supervisão funcionou quando se pensou que o buraquinho era de 700 milhões, apesar de provavelmente nos vir a custar 1500 milhões. Nós é que somos completamente estúpidos por querermos que ao supervisor não escapem estas minudências que nos custam os olhos da cara...
PS - Quando os condutores começarem a elogiar a brigada de trânsito que os multa, eu começo a desconfiar...

1 comentário:

expressodalinha disse...

Não é lenta... é sonolenta!