03 novembro 2008

Isto vai-se a ver e é um mal-entendido...

Há para aí 700 milhões de razões para a PJ querer interrogar estes (e outros...) senhores para que as operações clandestinas e a iminente falência do BPN possam ser devidamente explicadas. Aposto é que estes serão interrogados com os salamaleques devidos a gente de bem e não correm o perigo de caírem da escada e ficarem todos negros. Vão ver que entre segredos de justiça, inquéritos, instruções, recursos para a Relação, argumentos, julgamentos, peritagens e contra-peritagens, antes da condenação de algum acto economicamente criminoso (se é que o houve...) decorrerão os anos necessários para que tudo fique em águas de bacalhau . Provavelmente, a Leonor Cipriano já estará em liberdade quando a admnistração do BPN for mandada em paz tratar da vidinha até porque o pagode já estará esquecido destas broncas que no princípio parecem muito graves mas depois, vai-se a ver, e tudo não passou de um pequeno mal-entendido...

4 comentários:

expressodalinha disse...

Aliás, eles estão com cara de mal entendido!

Tiago Moreira Ramalho disse...

E o pior é que tens razão...

roserouge disse...

Cara de mal entendido? Eles têm mais é cara de mal fodido, ou seja, fónix que já nos apanharam!...

Ruvasa disse...

Viva, Al!

Claro que é!...

Abraço

Ruben