13 novembro 2008

Adopção em Portugal - uma realidade difícil de perceber

Existem em Portugal mais de 11.000 crianças em instituições. Mais de 3000 candidatos que querem adoptar. Cerca de 500 adopções anuais. Há aqui qualquer coisa que não quadra, não há ?...
Talvez saber que uma criança só pode ser considerada apta para adopção se ninguém da sua família alargada contactar a instituição por mais de seis meses ajude a perceber estes números. Basta que um primo em segundo grau telefone duas vezes por ano para a criança ficar condenada a não ter família...

3 comentários:

Georgia disse...

Tanto o Brasil quanto Portugal têm histórias tristes sobre adocao.

Obrigada pela participacao

Um abraco

Fábio Mayer disse...

A burocracia e o formalismo excessivo prejudicam o processo de adoção tanto em Portugal quanto no Brasil.

São defeitos de um sistema jurídico que tem raízes nas ordenações filipinas, e que se preocupa demais com o Estado e de menos com os cidadãos.

Uma pena, algo muito triste, especialmente para as crianças portuguesas e brasileiras.

astracan disse...

Adoptar uma criança é um acto de grande amor, entrega e coragem.