23 outubro 2008

Não se pode almoçar fora...

Entre Fevereiro de 2006 e Outubro de 2007, parece que os gestores da GEBALIS, empresa municipal da falida Câmara de Lisboa, gastaram 64 mil euros em almoços - diz o Correio da Manhã -, o que está a provocar um sururu dos diabos com o ministério público a querer vê-los em tribunal por gestão danosa. Eu fiz as contas e confesso que estes 64 mil euros, durante 20 meses de 22 dias úteis a dividir por 3 gestores, dá uma média de 48,48 euros por refeição o que nem me parece por aí além se pensarmos que comer fora está pela hora da morte e, principalmente se levarmos em conta que, se calhar, ao jantar, os senhores comiam uma sandezinha de fiambre...

1 comentário:

Viriato Luz disse...

Que perseguição!!! Uma cabala contra os gestores...