14 julho 2009

Bruno...

Chama-se Sacha Baron Cohen e tem este aspecto afável e normal quando não encarna as personagens que criou como Ali G, Borat ou o mais recente Bruno. O filme está aí e apesar da crítica cinematográfica olhar de alto e desprezar este tipo de humor, só posso dizer que a cena em que consegue entrevistar uma estrela americana sentada nas costas de um mexicano enquanto comenta o seu trabalho humanitário vale o bilhete...

1 comentário:

PAULO LONTRO disse...

Normalmente a pontuação da crítica é inversamente proporcional ao gosto que retiro dos filmes, porque será?