02 julho 2009

Adeus ó vai-t'embora, leva muitas saudades que é coisa que cá não deixas...

Quando telefonei hoje ao meu pai pela tardinha, ele disse-me : "acabei de ver um ministro a fazer um par de cornos para os deputados". Dei-lhe o desconto. Afinal, são 82 anos toldados por uma dedicação insana e fiel de 35 anos ao PPD-PSD, pelo que lhe retorqui, "oh pai, deixe lá isso, que eles têm de divertir-se com qualquer coisa".
Foi só umas horas depois que percebi que o meu pai pode estar velho mas não está balhelhas : afinal, o Pinho enervou-se e fez assim um arremedo de par de cornos para o Bernardino do PC. Já toda a gente percebeu que o homem não é bem acabado, tem assim umas falhas que o levam a fazer de bobo da corte inadvertidamente e mais frequentemente do que seria desejável num ministro do governo da República. Mas enfim, desta do par de cornos em tão vetusta assembleia (em que, por acaso já vimos e ouvimos um deputado do PSD a ameaçar que tratava do assunto "lá fora" enquanto invectivava o adversário com um repetido "p'ó karalho" que muito honrou a democracia...) ninguém estava à espera, nem o primeiro ministro que prontamente lhe aceitou a (provavelmente a pedido) demissão...

1 comentário:

PAULO LONTRO disse...

lol... para este a crise acabou..., afinal ele tinha razão!