09 dezembro 2008

A polícia já pode arquivar...

Foi ontem morta a tiro a 44ª mulher assassinada este ano pelo marido/ex-marido/companheiro/namorado neste país de tão brandos e morais costumes. Descontando os meses de férias, em que a malta está distraída e não lhe dá para matar a mulher, é uma média de uma por semana.
Esta tem a particularidade de ter feito duas queixas na PSP por ameaças e agressões contra o seu assassino. Agora, a corporação já pode mandar seguir o expediente e arquivar os processos...

6 comentários:

expressodalinha disse...

Processo resolvido!

roserouge disse...

O problema é que muitas vezes, mesmo depois delas os deixarem e fazerem queixas por maus tratos, eles não param de as perseguir até as matar. E não penses que tudo isto é coisa de gente de classes sociais mais desfavorecidas. Nem imaginas o que se passa nas chamadas "classes altas" e "iluminadas". Os maus tratos psicológicos muitas vezes ferem mais.

expressodalinha disse...

Vou usar o teu banner para a Tertúlia.

Al Kantara disse...

O banner também não é meu...

roserouge disse...

Também quero esse banner.

expressodalinha disse...

Então é de quem o apanhar!