31 julho 2008

O tabuzinho...

Criou 12 horas de suspense, anunciou uma comunicação ao país sem indicar o motivo, deixou 10 milhões de paspalhos a imaginarem crises políticas, reviravoltas económicas, quiçá alguma pessoal, eventual e dramática complicação oncológica, e às 8 em ponto dirigiu-se a 3 televisões 3 em directo para falar do... estatuto dos açores... enquanto se queixava da perda de poderes e que não poderia dissolver a assembleia regional sem consultar a mulher a dias, e tal e isto assim não pode ser....Oh senhor presidente, saiba v. exa que o povo português, desconfiando no entanto da importância institucional do assunto em apreço, se está verdadeiramente nas tintas para o estatuto dos açores e espera que v. exa. e os seus assessores resolvam tais minudências com comunicados à assembleia ou vetos políticos ou o que quiser resolver. Tudo menos ir à televisão com ar pungente, interrompendo as férias das pessoas, para falar de coisas que não declaram guerra a ninguém, nem pagam a renda da casa, nem enchem o depósito do carro. Dito isto, senhor presidente, fique v. exa. ciente que de tabus estamos a ficar um bocadinho fartos e que ou muda de pose ou muda de assessores ou muda de estratégia ou confirmará aquilo que os piores de entre nós pensam de si. Disse...

5 comentários:

expressodalinha disse...

Há muita falta de bolo-rei em Belém!

sôdona.leide disse...

deixou?
bom... se calhar foram só 9.999 milhões de paspalhos... not me!

roserouge disse...

Fiquei tristinha. Pensei que ele logo a seguir fosse cascar no Jardim da Madeira, mas não...

ortega disse...

Estou contigo Al. Não há pachorra para este estilo de governantes. Com o ordenadinho do maior "tacho" do país no bolso este nosso amigo nem se dá conta da angústia em que vive a generalidade da nação. Passei o dia todo com a ansiedade natural embora ao fim da tarde me tenha esquecido. Cheguei a casa tarde e perdi a comunicação, mas rápidamente percebi que nada de relevante se tinha passado. P... que o pariu.

expressodalinha disse...

Gosto do banner da água. Muito fresco.