20 outubro 2009

O eurodeputado Mário David...

...manifestou hoje o seu escândalo pelas declarações do escritor José Saramago àcerca dos textos bíblicos e solicitou ao prémio Nobel que considere a hipótese de deixar de ser português pois ele, Mário David, se sente incomodado com a partilha de nacionalidade com o escritor.
Ora, a mim também me custa vislumbrar virtude em alguns textos do Velho Testamento que apresentam um Deus de Israel vingativo e sanguinário que oferece a Terra Prometida a troco de uns quantos genocidiozinhos de uns povos idólatras que se atravessam no caminho.
Devo, no entanto, desiludir o ilustre euro-deputado, comunicando-lhe que, pesem embora tais convicções hereges, não tenciono abdicar nunca da nacionalidade que muito prezo e que lhe restam duas opções : ou se conforma com a má sina de ter de ser português com estas companhias que tanto o incomodam ou tem sempre a hipótese de se ir encher de moscas. Por mim, está à vontade...

6 comentários:

JMCerdeira disse...

Considere a definição de genocídio antes de falar. Porque senão arrisca-se a dizer que qualquer conquista territorial em toda a história de um povo a outro foi um acto genocida.

Al Kantara disse...

Caro Cerdeira, genocídio é um termo moderno que designa crimes que têm como objectivo a eliminação de grupos nacionais, étnicos, raciais, e/ou religiosos. Ora, como os textos bíblicos são férteis em testemunhar, alguma da conquista territorial dos israelitas foi feita com base na chacina integral da população de cidades inteiras. Aliás, os textos bíblicos preferem muitas vezes o vocábulo "destruição" à palavra "conquista"...

expressodalinha disse...

O Saramago só está a tentar vender o livro. É puramente marketing. E estão a dar-lhe troco...

Zaira disse...

ó expresso, realmente o que o saramago mais precisa nesta altura do campeonato é de fazer marketing para vender ... pense.

Al Kantara disse...

É. E se não vender, é capaz de não poder trocar de carro este ano...

Anónimo disse...

eu não sabia que este gaijo era pago com o dinheiro dos portugueses, não sabia que existia , que tinha pai e mãe , ou tinha tido , não sabia nada , só sei agora que é um ignorante mor, e que está a ter sérios problemas como uma tara que se chama, aproveitar-se do saramago , em termos de marketing político...
Rui Mendes