18 março 2009

O salto à Vara...

Armando Vara começou como funcionário de balcão da longínqua agência da CGD em Mogadouro. Com o 25 de Abril, inicia uma actividade política no PS e atravessa décadas de ascensão política que culminam com a sua saída do governo por causa de umas confusões com uma Fundação. Licencia-se pela extinta Universidade Independente em Relações Internacionais (não se sabendo se também fez exames por fax ou por e-mail...), o que obviamente, o recomenda directamente para a administração da CGD.
Saiu da CGD para a administração do BCP para estabilizar e dar credibilidade à gestão do banco. Para isso, passou de 244 mil euros por ano para quase meio milhão. Isto é, em tempo de crise, duplicou o ordenado. Um verdadeiro salto à Vara...

5 comentários:

Dulcineia (Lília) disse...

Pois é... a minha mãe é que tem razão... que devia ter ido pra política...depois, dá-me exemplos de gente que eu conheço, presidentes de JF, com a 4ª classe e com sinais exteriores de riqueza, daqueles... Então respondo.lhe, ela ser a culpada nos "valores" que me incutiu, incompatíveis com ess carreira...
Gostei do "salto à vara"
Abraço

Al Kantara disse...

Pois é cara Dulcineia, os pais educam-nos de uma certa maneira e depois querem que a gente enriqueça a trabalhar...

Dulcineia (Lília) disse...

Ál Kantara,
É isso, mesmo!
Não percebo... recebo tantos comentários noutros blogs e outros (resposta a meus) (en)tropeço neles por mero acaso.
E, afinal, já foi à Zara???? quais as cores? fluorescentes para os próximos concertos? ou ficamos pelos modestos azuis escuros?
Uma pessoa bem que se esforça... e nao me venhas falar em apanisgados...senão, senão... processo-te, rs
Bom fim de semana

Al Kantara disse...

Cara Dulcineia, a conversa dos apanisgados é só p'ra enervar o Expresso que tem pose de galã da Paramount...

PS - Já fui à Zara mas foi para comprar polos para o meu pai. Eu cá estou servido para os próximos anos...

Dulcineia (Lília) disse...

Caro Al Kantara,

É bonita de se ver essa vossa cumplicidade.

Bem... para os proximos anos? isto se a traça não entrar. Com esta conversa estive a olhar para o guarda-roupa e como me tornei minimalista,ainda por cima engordei, quem devia ir á zara era eu, rs