06 dezembro 2007

Transforma-se o amador na coisa amada


Ora, nem de propósito!... Poucas horas após o meu post sobre o Sr. Nunes, os trabalhadores da ASAE entregaram um pré-aviso de greve. E porquê ? Porque, segundo eles, a ASAE «não respeita as leis do trabalho, nomeadamente a lei da protecção da maternidade e paternidade, os prazos mínimos de convocação para prestar trabalho extraordinário e os limites máximos deste».
Ora, sugiro que a Inspecção do trabalho use os mesmos métodos da ASAE, promova uma inspecção rigorosa à ASAE (devidamente acompanhada com a polícia de choque), levante as contra-ordenações que sejam pertinentes, notifique o seu presidente para a reposição da legalidade e, caso este persista na violação da lei, o constitua arguido pelo crime de desobediência...

2 comentários:

bijagós disse...

Também ouvi essa notícia e pensei exactamente no teu post! Incoerência e arbitrariedade levadas ao extremo.

sôdona.leide disse...

opá... estou aborrecida!
que estou!