24 março 2008

O excessos vão ser corrigidos

O secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, Carlos Lobo, reconheceu hoje que os pedidos de informação a contribuintes recém-casados exigidos por algumas direcções distritais de Finanças são "excessivos" e que vão ser "corrigidos".
Assim , será eliminada a pergunta : "A consumação do casamento ocorreu antes, durante ou após a passagem do recibo correspondente ?"

2 comentários:

expressodalinha disse...

E por "acto" tb. vai começar a ser tributado. Por isso acautelem-se os gabarolas!

Anónimo disse...

Há homens que só mesmo agarrados pelo colarinho e arrastados...