18 março 2008

Esforço bem sucedido

Dick Cheney afirmou que a guerra no Iraque foi um esforço bem sucedido. Fiquei meio em estado de choque com a afirmação quando dei com os gráficos abaixo que demostram o bom sucesso da Halliburton entre 2003 e 2006, a empresa de que foi (ou é?) presidente : o valor das acções subiu dos 10 para os 35 dólares, e o volume de negócios no Iraque passou de zero para os 16 biliões de dólares anuais. É claro que o numero de soldados americanos mortos em combate também subiu proporcionalmente para os 2.500 anuais. Que diabo, dá quase 6 milhões e meio de dólares por morto. Não se pode dizer que não seja um esforço bem sucedido...




5 comentários:

o castendo disse...

Palavra que não é para chatear, mas são 16 mil milhões e não 16 biliões.
Na numeração americana (e brasileira) 1 bilião=10 elevado a 9. Na nossa é 10 elevado a 15 (são só 6 zeros de diferença...).
De referir que existe um tratado mundial sobre a numeração. Para variar os EUA assinaram já lá vai mais de uma dúzia de anos, mas não cumprem...

Al Kantara disse...

Tem toda a razão, caro Castendo. Mesmo assim, é muita massa a justificar o absurdo que ainda iremos (todos) pagar com língua mde palmo. E são mesmo 6,5 milhões por morto...

o castendo disse...

Mais arrepiante é isto que descobri na edição on-line do Público de ontem (17/3):
«As contas aos salários foram feitas por Joseph Stiglitz, Nobel da Economia em 2001 e professor na Universidade Columbia, e Linda Bilmes, professora de Finanças Públicas em Harvard. As conclusões também são deles e aparecem no livro The Three Trillion Dollar War, que acaba de ser publicado nos Estados Unidos. Um livro em que dizem que a guerra do Iraque vai custar aos norte-americanos 3 milhões de milhões de dólares e chamam a este valor uma "estimativa conservadora".
Os 3 milhões de milhões do título do livro de Joseph Stiglitz e Linda Bilmes referem-se apenas à factura americana. O resto do mundo, estimam, pagará uma conta idêntica.» Portugal incluído, digo eu...

Viriato Luz disse...

sim é um esforço bem sucedido. depende a perspectiva.

penso que o rácio calculado para o soldado africano morto nos últimos 30 anos deverá ser bem maior.

astracan disse...

Isto quando mete petróleo... está sempre o caldo entornado.